Pequenas anotações de viagens virtuais 3

por: Lucia Malla Antigos, Links gerais

Primeira morte da temporada. Um canadense, problemas respiratórios. Uma sombra negra paira sobre o acampamento-base do Everest. É o risco do esporte, que todos sabem, mas fingem não saber. Pêsames à família do Dr. Sean Egan.

Enquanto isso, os brasileiros no Everest Waldemar e Irivan vão no ritmo correto: devagar e sempre. Já estão em fase avançada de aclimatação na montanha. Seus nomes devidamente logados no EverestNews, para o mundo saber do feito. Deixei há um bom tempo um recadinho de boa sorte pro Waldemar no site dele – visto que sou uma entusiasta do esporte. E não é que ele respondeu pessoalmente direto do acampamento-base nessa semana? O primeiro email vindo do Nepal e com boas-novas da expedição brasileira! Agora mais do que nunca, aguardando o grande dia da chegada ao topo do mundo. Dá-lhe, Brasilsilsil!!

Surgiu na rede, novinho em folha, o blog “Diário de um jovem diabético”. Começou essa semana, com a descoberta pelo Tiago da sua condição de diabético. Vale a pena ficar de olho na evolução do moço, um patinador capixaba.

Nessa semana, a capa da Nature é sobre o design inteligente, essa teoria maluca que o Flavio definiu ironicamente em um comentário aqui no blog como “coisa de vendedor de cozinha” – e eu adorei essa definição. O artigo da Nature esclarece a origem do movimento, e um pouco da raiz política, ou de como a política entrou na jogada. Vale como curiosidade.

Amanhã tem Hi Seoul Festival, um festival de cultura coreana e estrangeira na Coréia. O Brasil vai ter uma barraquinha de quitutes. Vou dar uma passada e ver se eles têm umas coxinhas pra eu matar a saudade…

Falando em Seul, hoje me dei conta de que nunca escrevi nada aqui sobre essa cidade única e exclusivamente. Os comentários sobre Seul estão sempre diluídos em meio a outras miudezas cotidianas. Me cobrem isso pra um futuro próximo, por favor.

Pequenas anotações de viagens virtuais 3

*Meu post sobre Seul eventualmente saiu.

Nessa semana, duas das minhas melhores amigas ganharam títulos de Doutoras pela UFMG, ambas no ICB. O mais hilário da história toda é que as duas fazem aniversário no mesmo dia. E agora, além disso, são doutoras de datas próximas. As duas são igualmente esforçadas, boas biólogas, grandes grandes amigas. Ambas merecem mais que parabéns por passarem por mais essa fase do estudo. Que só quem passa sabe que não é nada fácil, afinal. Parabéns do fundo do coração, Dani e Maria! A comemoração já está marcada pra quando eu aparecer no Brasil.

Por enquanto é só.

Tudo de bom sempre.



100
×Fechar