Torre de Altavila – Desafio Malla

por: Lucia Malla Brasil, Charada, Minas Gerais, Viagens

Gosto muito de torres em cidades. A vista lá de cima que elas nos dão é sempre uma surpresa – afinal, é uma perspectiva totalmente diferente que proporcionam, do alto, meio que isolada do caos urbano. E eu achei a torre da foto aí embaixo muito arrojada (principalmente considerando os arredores), numa cidade que eu particularmente ADORO.

Dica: nesta cidade há menos de 3 milhões de habitantes, de acordo com a Wikipedia.

Desaio Malla - Torre de Altavila

De dia…

…e de noite.

 

Será que vocês adivinham onde essa torre fica?

A caixa de comentários está aberta aos palpites. 🙂

Resposta do Desafio Malla

Apesar de muitos blogueiros morarem na cidade desta torre, surpreendentemente ninguém se lembrou dela. Engraçado que achei erroneamente que o primeiro comentário já ia acertar na mosca, principalmente se viesse de um morador da cidade. Talvez se eu colocar a vista que temos de cima da torre aqui, vocês descubram…

Ou quem sabe, se eu entregar de vez dizendo que é a mesma cidade onde fica esse monumento arquitetônico do Oscar Niemeyer aqui… Agora não dá para errar!

Igrejinha da Pampulha - Belo Horizonte

Igrejinha da Pampulha

Pois é, a torre fica em Belo Horizonte! Para quem não conhece, a torre de AltaVila está situada na entrada da cidade (vindo de Ouro Preto), no alto de um morro, e lá de cima, a gente tem um visual de BH muito bonito, praticamente a cidade inteira iluminada.

Torre de Altavila: o empreendimento que não deu certo

Mas não posso deixar de tecer um comentário. No dia em que visitamos Altavila, éramos os únicos no local. Fomos para o pôr-do-sol (belo lá de cima, por sinal), e ficamos pasmos com a falta de movimento. Confesso que fiquei meio deprê por ver um investimento tão interessante totalmente esquecido. Embaixo da torre, há um mini-shopping, cuja única loja que funciona é o Hard Rock Café. Todas as outras lojas estão fechadas, tudo às moscas. Conversei com os garçons do bar Sky, que fica no alto da torre, e eles disseram que a visitação é baixíssima. Um empreendimento desses em qualquer lugar do mundo traria muito lucro, movimentação, orgulho à cidade, etc. Tornar-se-ia um local de grande visitação e turismo, para constar em todos os guias da cidade (viajando na maionese, eu consigo até enxergar hordas de japoneses tirando fotos e mais fotos por entre as vidraças do bar-mirante).

E em BH simplesmente não deu certo. Quais as razões? Pouca propaganda? Preço alto? (Custa 10 reais para subir na torre.) Distância do centro da cidade? (Mas o BH Shopping está ali do lado…) A razão pela qual o bar da torre “não pegou” é para mim um mistério, porque o lugar é muito bom, tem uma estrutura de primeira (incluindo uma parede de escalada de diferentes níveis de dificuldade!), e o visual… sensacional. Até o website é decente. Realmente, uma charada a razão do fracasso nesse caso.

Mas fica a dica aos que passarem por BH. Vá a torre Altavila antes que ela simplesmente feche e vire mais um desses elefantes brancos que de vez em quando a gente esbarra em cidades do mundo, infelizmente.

Tudo de bom sempre a BH, minha cidade adorada, que merece uma torre arrojada como essa – e muito mais.

P.S.



162
×Fechar