Grandes Points de mergulho – Atol de Rongelap

por: Lucia Malla ArteSub, Ilhas Marshall, Mergulho, Micronésia

Na edição de fevereiro/2008 da revista Mergulho, mais uma vez há duas contribuições minhas, na seção “Grandes Points”. Textos sobre o naufrágio Victory 8B, em Guarapari (e eu de modelo em quase-close-up), e sobre o atol de Rongelap, na região Micronésia. Esse último, aliás, uma história que já foi mais detalhadamente contada aqui no blog.

Pausa para o comercial

Como a Revista Mergulho acabou, deixo aqui registrada a reportagem sobre Rongelap, aos interessados de plantão. A reportagem do Victory 8B já está publicada aqui no blog.

Tudo de mergulho sempre.


 

ATOL DE RONGELAP – ILHAS MARSHALL

Foi no atol de Rongelap, no pequeno país chamado Ilhas Marshall, onde caíram as cinzas radioativas da bomba nuclear explodida em Bikini pelos americanos, em 1954. O atol ficou então contaminado, e por mais de 50 anos, quase nada se pescou.

Grandes Points de mergulho - atol de Rongelap

Resultado: essa área intocada, onde a natureza não teve empecilhos humanos para prosperar, deu origem a um dos recifes de corais mais pristinos do planeta. A radioatividade medida nos dias de hoje na ilha principal de Rongelap é mais baixa que em Nova Iorque. Já está em andamento, aliás, a construção de um resort de mergulho. Que a tornará, portanto, a mais nova jóia submarina do Pacífico.

Mergulhar lá é inesquecível. Visibilidade de 20m, grandes cabeços de corais saudáveis logo na beira da praia, passíveis de serem explorados com snorkel ou equipamento autônomo. A biodiversidade é gigantesca. Espécies que já desapareceram em outros lugares, como ostras-gigantes e peixes-napoleão, no atol de Rongelap entretanto são comuns. O atol é um dos poucos exemplos atuais de mergulho “virgem”, quase inexplorado. Além disso, é um dos melhores points da Micronésia. Num futuro próximo, será parada certa para mergulhadores recreacionais em busca do melhor da vida subaquática tropical no planeta.


Booking.com


129
×Fechar