As 7 novas maravilhas naturais do mundo

por: Lucia Malla Memes, listas & blogagens coletivas

Eis que chega no meu inbox semana passada mais um email da empresa responsável pela organização do concurso das 7 novas maravilhas do mundo no ano passado – aquele em que o Corcovado levou o prêmio. Dessa vez, eles estão convocando para a votação para eleger as 7 maravilhas naturais do mundo. Lugares de infinita beleza natural, paisagens únicas, etc.

Acho que deve haver também dessa vez um componente de aventura na votação. Afinal, lugares de beleza natural são mais convidativos ao contato direto com o meio, são mais causadores de deslumbramento e menos humanos em sua gênese. São mais a minha praia, confesso.

Mas essa história toda de votação é, no final, meio injusta, como já expliquei quando da votação das 7 maravilhas arquitetônicas. Porque afinal lugares belíssimos mas com pouca população ligada à rede – e consequentemente poucos votantes – podem terminar ficando de fora. Para as 7 maravilhas arquitetônicas no ano passado, por exemplo, foi triste ver excluídos os moais da ilha de Páscoa. Mas enfim, se encararmos tudo como uma gigantesca brincadeira de lista, sem divagações políticas, sociais e turísticas, fica mais fácil apenas se divertir com a idéia da votação.

Então vamos à diversão.

As 7 maravilhas naturais do mundo

Para as 7 maravilhas naturais do mundo, já foram pré-selecionadas um grupo enorme de lugares com representações em todos os continentes. Você pode votar em 7 locais de sua escolha até 31 de dezembro de 2008. Em janeiro, eles anunciarão os 21 lugares pré-selecionados, que você poderá votar de novo até 2010. Isso que é sistema de votação loooongo…

No dia em que votei, no ranking em tempo real havia 2 locais no Brasil entre os 21 mais belos: a Amazônia e as Cataratas do Iguaçu. E um em que votei com certeza pela conhecida febre que tenho: o Monte Everest, no Nepal, por tudo de belo e histórico e aventuresco que ele representa. Além dos 2 brasileiros citados acima, estão representando o Brasil também o Pantanal, os Lençóis Maranhenses, o Monte Roraima, o Pão-de-Açúcar (????) e a ilha de Fernando de Noronha. Deveria ter votado em Bora Bora também, mas confesso que o Brasil está dessa vez tão bem representado, que fica difícil não puxar a sardinha pro nosso lado.

(Diferente da escolha do Corcovado que, a meu ver, não é tããão maravilhoso assim comparado com os demais candidatos do ano passado.)

Sete novas maravilhas naturais

Doeu no coração não votar nesses 3 lugares: Amazônia, Grande Barreira de Corais da Austrália (representado por essa anêmona vermelha maravilhosa!) e Everglades. Mas fica pra próxima, hehehe…

Como toda boa lista que se preze, para gerar discussõezinhas bobas há forçações de barra, é claro. Yosemite? Ilha de Jeju? São belos como conjunto natural, sem dúvida. Mas não merecem estar entre as 7 maravilhas, em minha opinião. Eu consigo enumerar pelo menos 20 lugares mais bonitos que conheço, imagina os que não conheço…

Para mim, aliás, foi muito mais difícil votar dessa vez. Afinal, como deixar o Mauna Kea de fora? Ou o atol de Bikini, com sua natureza resiliente à bomba atômica? Ou as Maldivas, que desaparecerão com a elevação dos mares? Ou o Mont Blanc, onde vi neve pela segunda vez na vida? Ou o Monte McKinley, no Alasca, cuja beleza encanta em unanimidade a comunidade montanhista? Ou a Grande Barreira de Corais Australiana? Ou mesmo os corais de Belize? E o Serengeti?

Difícil, realmente difícil. É muito lugar bonito nesse mundão, gente. Então, diante desse impasse da múltipla escolha (eu queria votar em pelo menos 20 lugares que eu acho fundamentais), decidi votar naqueles que encaro como belezas únicas MESMO e/ou com potencial turístico subestimado e/ou que me trazem boas lembranças.

Minhas escolhas

Escolhi 7 lugares, e 3 deles foram:

Cataratas do Iguaçu, fronteira Brasil-Argentina – É a queda d’água mais impressionante do mundo. Conheço várias pessoas que já foram às outras 2 grandes cachoeiras que existem, a Niagara Falls (fronteira EUA-Canadá) e a Victoria Falls (fronteira Zimbábue-Zâmbia). Todos são unânimes em dizer que Iguaçu impressiona muito mais por sua beleza e força natural. Aquele volume de água todo, o ecossistema ao redor lindíssimo, é deslumbrante. E acho subestimada pelo turismo nacional.

Vulcão Kilauea, Havaí, EUA – O vulcão mais ativo dos últimos tempos, em erupção a mais de 20 anos, aumentando a extensão da Big Island a cada dia. As fotos não mostram a paisagem lunar e inacreditável ao redor quando a gente caminha por lá, inóspita, preta, mineral. O Kilauea é deslumbramento atrás de deslumbramento. Principalmente para uma lava junkie como eu. Não podia estar de fora da minha lista.

Lençóis Maranhenses, Brasil – É uma paisagem única no mundo. Deserto com lagoas? E que termina na praia? É lá mesmo. Nada do que eu vi por aí em qualquer outro lugar se compara ao exotismo belíssimo dessas dunas. Andar por lá é se embriagar de contemplação. Foi a minha primeira escolha, pra ser sincera. (Estou pra escrever um post decente dos Lençóis desde o ano passado, me pressionem para sair. Porque o de antes foi só a visão econômica da viagem. E precisam melhorar a foto dos Lençóis no site da votação, que não está condizente com a realidade do por quê os Lençóis são belos.)

Os demais lugares em que votei são segredo. 🙂

Mas posso afirmar que não saí 100% satisfeita do site da votação. Porque queria escolher pelo menos mais uns 5. Mas a brincadeira tem regras claras, infelizmente. Quem quiser participar e ficar maluco olhando cada lugar mais lindo que o outro no mundo, viajando em frente da tela, corre lá e endoideça. Ou esqueça.

Tudo de bom sempre.

*Como vocês sabem, eu a-d-o-r-o essas listas inúteis e inspiradoras de lugares. Eis, portanto, a compilação de todos os posts com “listinhas” de lugares incríveis que este blog já publicou. Boa viagem! 🙂



480
×Fechar