Ressuscitando o Mar Morto

por: Lucia Malla Antigos, Ásia, Ecologia & meio ambiente, Faça a sua parte, Oceanos, Tecnologia

Os que acompanham o noticiário ambiental já estão carecas de saber que o mar não está pra peixe há tempos, no mundo inteiro, como esse excelente mapa do Guardian mostrou recentemente. Ou seja, morto, principalmente nas áreas costeiras.

Mas eis que leio no World Changing que alguns empreendedores de Israel, Autoridade Palestina e Jordânia se juntaram para se lançarem a um projeto complexo: ressuscitar o salgadíssimo Mar Morto. Ou seja, querem fazer o caminho reverso e trazer (quem sabe… eu sou uma otimista) um pouco de esperança aos mares do mundo à beira da morte.

O Mar Morto vem “secando” a uma taxa de quase 1 metro por ano, devido ao maior consumo da água do rio Jordão, o único rio que deságua nele. A idéia do projeto de ressuscitação é, entretanto, “simples”: canalizar parte da água do Mar Vermelho para o Mar Morto. Com isso, o Mar Morto também seria um pouco diluído e a água poderia se tornar menos salgada, viabilizando até talvez mais formas de vida. Normalmente, só algumas bactérias e fungos vivem no Mar Morto. Mas se o megaloprojeto funcionar, poderíamos sonhar com um Mar Morto utilizável, pescável e navegável. Se lembrarmos que a região é bem desértica e que água já é um recurso escasso por aquelas bandas, essa tentativa soa menos surreal.

Ambientalistas, claro, acham que há soluções menos custosas e mais eficientes com menor impacto ao ecossistema ao redor, como por exemplo, melhorar as condições do rio Jordão (menos poluição, reabilitação da água do rio para a vida animal, uso da água de forma mais equilibrada pelas plantações, etc.).

Enquanto nada se decide, o Mar que já é Morto até no nome vai secando dia após dia. Sem caráter supranatural, mas com bom planejamento e criatividade, podemos enxergar a possibilidade de renascimento aqui. Inspiração para ressuscitar outras áreas mortas de mares maiores no mundo…?

Só o futuro nos dirá.

Tudo de bom sempre.

*********

– Publicado também no Faça a sua parte.



128
×Fechar