Surfe verde

por: Lucia Malla Antigos, Comportamento, Ecologia & meio ambiente, Esportes, Faça a sua parte, Surfe

Um dos dilemas no mundo surfista é o fato de que, em geral, os praticantes deste esporte têm uma relação com a natureza muito íntima, muitos são defensores do meio ambiente fervorosos). Mas, para conseguirem se manter de pé em suas pranchas e cortarem perfeitamente as ondas, precisam se “grudar” sobre a prancha com parafina, um material derivado do petróleo e altamente tóxico ao ecossistema marinho. Ou seja, surfe verde era uma utopia.

Surfe verde

Afinal, surfistas protegem e poluem ao mesmo tempo. Uma contradição, certo?

Não mais. A empresa brasileira Go Green Surf desenvolveu a “parafina ecológica”. Feita basicamente com cêra de abelha e extratos florais, numa embalagem feita de papel reciclado e com cola de mandioca. Em 4 versões, de acordo com a temperatura da água em que você vai cair: água quente, água morna, água fria e água gelada. Mas há no site da empresa dicas de uso para que ela fique ainda mais firme em qualquer condição de água.

Já dá pra garantir altos cutbacks na próxima temporada de ondas sem poluir o mar. Surfe verde, aloha!

(Vi a notícia lá no blog Alohapaziada, do Maurio Borges. O post comentava também sobre a parafina ecológica americana Matunas, feita com mel, baunilha, melancia, jasmim e morango. Não interessa a nacionalidade, o que importa é surfar verde.)

Tudo de bom sempre.

*Postado também no Faça a sua parte.



150
×Fechar