Sexta Sub: North Shore do Havaí na Mergulho

por: Lucia Malla ArteSub, Havaí, Mergulho, Oahu, Sexta Sub

A edição número 191 do mês de julho/2012 da Revista Mergulho trouxe a reportagem sobre os diversos points de mergulho no verão havaiano, principalmente no North Shore de Oahu. A foto abaixo pode ser vista na reportagem sobre o Havaí na Mergulho. É de um dos passeios clássicos de Oahu: o mergulho em gaiola com os tubarões de Galápagos, aventura que comentei anteriormente aqui no blog. Que é, aliás, uma das minhas aventuras favoritas aqui no Havaí.

Havaí na Mergulho - gaiola com tubarões

Mergulhador ajeita a máscara para observar os tubarões de Galápagos (Carcharhinus galapagensis).

A reportagem do Havaí na Mergulho foi escrita por mim, com fotos do André (algumas já postadas anteriormente aqui no blog), e tem um foco no que acontece quando o North Shore não tem ondas gigantes. Ou seja, quando o North Shore vira o paraíso perfeito pros mergulhadores.

Modéstia às favas, a reportagem ficou bacaninha com o trabalho de edição da moçada da Mergulho. Como a Revista Mergulho acabou, reproduzo aí embaixo a reportagem completa.

Tudo de aloha sempre. 🙂


Havaí na Mergulho: Uma Outra Onda

Havaí Mergulho - surfista no North Shore

Surfista caminha pela praia no North Shore.

É verão. O famoso North Shore da ilha de Oahu, no Havaí, está vazio. Nem sinal da galera surfista que o caracteriza. Apenas turistas inadvertidos e moradores locais aproveitam a tranquilidade para nadar num mar que nem de longe parece ser o das fotos das revistas de surfe. Waimea Bay é o paraíso das bóias de patinho.

 

Você não está lendo errado. Sim, Waimea Bay é considerada uma das melhores praias do mundo para a prática do surfe. Mas isso no inverno, época dos campeonatos mundiais. É no inverno quando suas areias lotam de entusiastas do esporte, celebridades, fotógrafos com suas lentes poderosas, registrando cada segundo da ação dos surfistas que cortam cada onda perfeita que se forma.

Havaí mergulho - Waimea Bay

Uma Malla em Waimea Bay.

O Havaí na Mergulho – verão no North Shore

No verão, as ondas perfeitas estão no South Shore. As marolas do North Shore nesta época não assustam nem a mais lenta das tartarugas, que nada tranquilamente pela baía. No canto esquerdo da praia, recortado por diversas rochas vulcânicas, ficam ótimos pontos para snorkel e mergulho, feito saindo-se direto da praia.

Os nativos se divertem subindo no rochedo maior. Ou então ficam da praia com suas varas de pescar, na esperança de que um moi ou um o’io, peixes havaianos que abundam por ali, mordam a isca. Enquanto isso, os mergulhadores e sua parafernália entram no mesmo mar pacato. A visibilidade da água chega a consideráveis 20 metros num dia claro – o que na beira praia com ondinhas quebrando é excelente, convenhamos.

Havaí mergulho - budião

Budião (Gomphosus varius), espécie comum nas ilhas havaianas.

À medida que se entra no mar, o fundo arenoso vai sendo substituído por formações rochosas impressionantes, que garantem toquinhas mil para diversos invertebrados. Não raro, encontram-se lulas e ouriços, polvos e caranguejos. Cardumes de peixes-borboleta e cangulos fazem a festa, além do humuhumunukunukuapu’a’a, uma simpática espécie de cangulo do Pacífico que virou o peixe-símbolo do estado do Havaí.

Points de mergulho no North Shore: Laniakea

Mas nem só de Waimea vive o North Shore, talvez a faixa de litoral mais celebrada do mundo. Seguindo para o sul na rodovia Kamehameha, nome do antigo rei das ilhas havaianas, em poucos minutos chega-se numa praia que poucos valorizam, Laniakea – entre tantas praias famosas e paradisíacas na ilha, esse pedaço de litoral virou uma espécie de patinho feio, onde só quem aparecem são… as tartarugas-verde. Daí o apelido que a praia recebeu: Turtle Beach.

Ali há uma baía submersa, formada pela barreira coralínea no mar lá fora, onde as ondas quebram. Nesta baía, as tartarugas-verde encontraram seu abrigo perfeito, onde o excesso de alimentos nos rochedos ao fundo garante alimento durante o ano todo e ainda ganham uma limpeza de casco feita pelos barbeiros, peixes comuns na região. Quando as tartarugas se cansam de nadar, sobem à areia para descansar, um comportamento apenas existente no Havaí e em Galápagos. Ficam horas tomando sol, protegidas que estão pela lei, que proíbe a aproximação humana na areia a menos de 20 pés.

Points de mergulho no North Shore: Three Tables

Havaí mergulho - Lula nos Three Tables

Lula oval (Sepioteuthis lessoniana) vista no fundo do point Three Tables, no North Shore de Oahu.

Próxima parada: Three Tables, ao norte. Point tradicional de mergulho, só é possível fazê-lo no verão, já que no inverno, a combinação de rochedos com ondas gigantes torna o local super-perigoso. Em Three Tables, a saída é da areia e o recife chega praticamente onde as ondas quebram, garantindo a qualquer banhista sua parcela de companhia com peixinhos coloridos. Grupos de lulas não são incomuns. A existência das rochas permite uma pausa dentro d’água, quando você se cansa de snorkelar.

Points de mergulho no North Shore: Shark’s Cove e Pupukea

Havaí na Mergulho - salmonete

Salmonete em mergulho noturno na Pupukea.

Em Shark’s Cove, point vizinho a Three Tables, uma enorme piscina natural forma a entrada perfeita pro mergulho. O nome do local já fez sentido. Entretanto, hoje, poucos tubarões aparecem ali. O que não tira a diversão do point, entenda-se bem. Afinal, ainda vemos muitos ídolos-mourisco, peixes-borboleta, cardumes de peixes-cirurgião, lagostas e polvos. Além das piscinas de maré, que propiciam boas horas de volta à infância observando os caranguejos.

Havaí na Mergulho - ovas de dançarino espanhol

Ninhada com milhares de ovos de lesma-do-mar, da espécie dançarino espanhol (Hexabranchus sanguineus) na Pupukea.

O mergulho noturno aqui também não desaponta, na área da Pupukea. Porque a imensa quantidade de reentrâncias pode esconder excelentes surpresas invertebradas.

Offshore com os tubarões de Galápagos

Mas nem só de mergulhos e snorkels do shore vive o North Shore.

Operadoras  com sede em Haleiwa, principal surf town do estado, levam a points mais distantes do litoral para mergulhos mais avançados. Nestas operadoras, caso seja um dive master, você também pode alugar os tanques e mergulhar com seu parceiro onde quiser, basta ter uma bandeira sinalizadora, acessório obrigatório no estado.

Havaí na Mergulho - tubarão de Galápagos

Tubarões de Galápagos (Carcharhinus galapagensis) se agregam a poucas milhas de Haleiwa.

Nenhum mergulho, entretanto, é mais aventuresco que a possibilidade de cair na água com os tubarões-de-Galápagos. Os barcos que fazem o mergulho na gaiola com os tubarões pertencem a duas operadoras, Shark Adventures e Shark Encounters, e saem do píer de Haleiwa. Há tempo para um friozinho na barriga na curta viagem até o local a 4 milhas da costa onde os tubarões estão, ponto convergente também ara diversos barcos de pesca. Do barco, dezenas de barbatanas em frenesi na superfície da água. Da gaiola, a visão é incrível. Os tubarões-de-Galápagos medem em média 1,5m e parecem bastante curiosos pelas pessoas que estão ali para observá-los. Dentro da gaiola, a sensação é hilária: parece que estamos dentro de um aquário e os tubarões são os verdadeiros espectadores. Apesar dos dentes, os tubarões não oferecem perigo: basta você manter seu corpo dentro da gaiola enquanto os observa.

Snorkel na meca do surfe: Pipeline e Sunset Beach

Depois da injeção de adrenalina, chega a hora de um bom relax. Banzai Pipeline é talvez a única praia que não permite um bom snorkel ou mergulho nem no verão, mas que possui uma extensão de areia considerável, onde você pode largar sua canga e se bronzear. As ondas ali nunca param, e embora no verão elas diminuam consideravelmente de tamanho, o mar ainda fica mexido, sem boa visibilidade pra explorações sub.

Havaí na Mergulho - surfista em Pipeline

Surfista saindo do tubo em Banzai Pipeline.

Caso você queira definitivamente aproveitar o mundo sub, deve se encaminhar a Sunset Beach. De manhã cedinho a iluminação perfeita torna os recifes de Sunset mais vibrantes. E se você quer ter uma experiência inesquecível, comece e termine o dia em Sunset. De manhã na água e à tardinha na areia, admirando o famoso (e inesquecível) pôr-do-sol. Um final perfeito para um passeio pelo paraíso.

COMO CHEGAR

Há vôos direto para Honolulu de todas as grandes cidades americanas. Saindo de Honolulu, basta pegar a rodovia H-2 que cruza a ilha de Oahu e desemboca em Haleiwa.

ONDE FICAR

A maior parte dos turistas hospeda-se em Waikiki, no South Shore, onde estão os grandes hotéis. Mais próximo do North Shore, o Turtle Bay Resort é entretanto uma opção mais cara. Se quiser economizar, há pequenos hotéis/pousadas em Haleiwa. Mas não espere preços camaradas. Afinal, o paraíso tem seu preço.

DICA DA AUTORA

Comer uma porção de camarão com alho no trailler do Giovanni’s, no Kahuku, já é uma tradição do North Shore. O camarão é fresco, produzido em fazendas atrás do trailler. Chegue cedo, porque as filas podem desanimar.

Todas as praias têm estacionamento, chuveiros e banheiro. Ou seja, com estrutura básica para garantir um mergulho do shore sem maiores preocupações.

P.S.

  • Os que frequentam estas pairagens há mais tempo podem lembrar que esta não foi a primeira reportagem que escrevemos sobre o Havaí na Mergulho. Em março de 2008, comentamos sobre o quão fantástico é o mergulho em Kona, na Big Island.

 

Booking.com


139
×Fechar