Sexta Sub: Mergulho no naufrágio Sea Tiger em Honolulu

por: Lucia Malla Esportes, Havaí, Mergulho, Oahu, Sexta Sub

Sea Tiger

Um dos mergulhos mais populares perto de Honolulu é o do naufrágio Sea Tiger, praticamente em frente ao Kewalo Harbor, entre Waikiki e downtown Honolulu. Para chegar até ele é preciso barco, apesar de estar a uns 10 minutos da costa – ou seja, super-perto. Várias operadoras de mergulho da cidade levam até este naufrágio. No final de dezembro, fomos de novo mergulhar no Sea Tiger, desta vez com a Hawaii Eco Divers, cujo dono é o Ricardo, um brasileiro muito simpático morador do North Shore e que faz uma ótima operação de mergulho. (Já havíamos mergulhado no Sea Tiger no passado com outra operadora, a Ocean Legends, também de boa qualidade.)

A história deste naufrágio é, entretanto, deveras enrolada. O Sea Tiger era um navio chinês, que chegou no cais de Honolulu em 1992 com 93 chineses ilegais à bordo. (Neste link, uma foto do navio quando ainda estava acima da linha d’água.) Foi apreendido pela polícia costeira, claro. O navio foi a leilão, e o Sea Shepherd comprou, e depois revendeu-o a um pescador vietnamita. O pescador gastou tubos de dinheiro tentando limpar os constantes vazamentos de óleo que as péssimas condições de manutenção do navio geravam, até que cansou e abandonou o navio no cais. O navio foi de novo a leilão, desta vez sendo comprado por 1 dólar pela Voyager Submarines. A empresa gastou mais de 200 mil dólares fazendo a limpeza do combustível e das ferragens do navio, afundou-o perto de Honolulu em 1999, e… faliu antes de começar a explorá-lo. E o navio foi então deixado no fundo do mar, à mercê… dos mergulhadores. Onde está até hoje.

Ele funciona como um grande recife artificial, dos mais interessantes em Honolulu. É ponto de recreação subaquática garantida. No dia em que fomos mais recentemente, o mar estava uma piscina. De bônus, a vista de downtown Honolulu e Ala Moana do Sea Tiger de manhã cedo é simplesmente uma lindeza.


Descendo pela corda. A de cilindro amarelo sou eu. 😀

O Sea Tiger está a cerca de 40 metros de profundidade, mas seu convés fica a 25m, o que permite que seja também um mergulho para iniciantes. (Avançados podem fazer penetração, explorar mais, etc.) A descida é feita pela corda, muito simples. Quando fomos, uma amiga nossa estava com a gente, fazendo seu primeiro mergulho depois do curso de batismo. Apesar do nervosismo da estréia, ela garantiu que amou tudo e que não achou difícil.

A ferragem do navio atrai uma série de invertebrados encrustrantes, que por sua vez formam o substrato ideal para uma comunidade de peixes tropicais invejável. É comum ver raias, tartarugas verdes e muitos cardumes nadando pelas redondezas.

Nesta última ida, estava eu tranquila observando uns corais no convés quando percebi um polvo.

Rapidamente, ele fugiu da minha presença, claro. (Mas não das lentes do André.)

“Saída pela esquerda!”, pensou satisfeito o leão-da-montanha polvo-do-navio.

No geral, este é um ponto bem popular de mergulho, então os barcos estão sempre cheios e há bastante gente no fundo. Muitas bolhas, e uma certa correria, dependendo do grupo. Então se você curte admirar com calma, fuçar cada cantinho pra tentar achar invertebrados – como eu adoro fazer, aliás – sugiro fazer o point duas vezes: uma vez explora a proa, e da outra a popa. É um mergulho bacana, que merece a volta.

Tudo de sub sempre.

Uma Malla na superfície.



98
×Fechar