Desaparecimento

por: Lucia Malla Antigos, Blog, Mallices, Tecnicalidades do blog

Eu juro que pensei que dava, só que tá bem difícil blogar neste abril de tantas atividades. Não por falta de vontade, com certeza. Mas pela imensa quantidade de compromissos na vida offline neste mês insano. Sou uma Malla só cuidando deste nanopedaço virtual, infelizmente.

Na semana retrasada, tive a semana inteira de apresentações e avaliações da agência de fomento que financia nossa pesquisa no Hawaii, intercalada com experimentos. (E a semana anterior foi preparação para a tal visita, ou seja, correria alucinante.) Foi punk, uma pergunta atrás da outra exigindo o detalhe do detalhe, já que eles estavam aqui pra achar os problemas e dar conselhos pra melhorar – acho que me saí ok, mas sempre fica aquele arrepio de receio… Mas no geral, muitas dicas e aprendizagens, felizmente.

Aí tive uma semana pra me organizar, receber amigos queridíssimos em casa, escrever relatório da visita, olhar com um pouco mais de carinho (entenda-se, atualizar-me do andar da carruagem) pros dois laboratórios onde agora trabalho, e já tive que viajar de novo. Sábado passado consegui arranjar um tempo e passar o dia com a super-Maryanne em San Francisco. Os papos foram tão legais que o dia passou e eu nem senti. (Pra quem não a conhece, ela escreve o blog mais recheado sobre Califórnia em língua portuguesa. Vai lá checar!)

No domingo, fui ao Exploratorium, no Píer 15 de San Francisco, um museu de ciência, arte e percepção humana – achei o máximo o conceito científico-artístico-social da coisa, um museu de “awareness”. (Dica da Maryanne, claro.) O museu vale cada centavo, em minha opinião – e vale um post, com certeza.

E no momento, estou num curso de uma semana numa empresa do meio do Silicon Valley, Califórnia, aprendendo a usar um tipo de espectrômetro de massa recém-lançado no mercado – talvez o curso mais puxado que fiz na vida, que requer chegar no hotel e estudar o dobro pra no dia seguinte não boiar totalmente. O.O

(Mas tem sido interessante observar o dotcom-yuppie way of life, quando eu vivo em island style mode#foodforthought)

Enquanto eu me canso, por que vocês não lêem os posts sobre a World Travel Latin America, maior feira do trade turístico, que a ABBV, mídia partner do evento, produziu? A Associação está fazendo um trabalho excepcional de divulgação dos blogs para o mercado de turismo. E, se eu pudesse, era em São Paulo, com essa galera supimpa, que estaria agora…

Enfim, pretendo voltar a blogar, quando as coisas se amenizarem. Em maio, possivelmente. A lista de assuntos para comentar/contar/discutir/compartilhar no blog só aumenta – no momento, já tem mais de 100 (!!!) itens, de viagens a mudanças climáticas, passando por ciência médica e fotografia. Será que um dia eu consigo escrever tudo? #fingerscrossed 

Até lá… tudo de bom sempre para todos.

************************

P.S.: Pela natureza mais rápida da coisa, vocês podem me achar com melhor frequência no instagram ou no facebook. Segue lá e não fique sem sua dose cotidiana de mallices! 😀



115
×Fechar