Sexta Sub: snorkel e mergulho em Niihau no Havaí

por: Lucia Malla Havaí, Kauai, Mergulho, Niihau

Tanto o snorkel quanto o mergulho em Niihau, a ilha mais misteriosa do Havaí, são atividades imperdíveis para quem curte água. André e eu já fizemos ambos, e este post relata um pouco as vantagens e desvantagens de cada um. Fizemos o snorkel em combo com passeio pela Na Pali Coast em 2014, num tour comercial.

Sexta Sub - snorkel e mergulho em Niihau
O mergulho em Niihau é assim.

Já em setembro de 2018, finalmente fazer o mergulho em Niihau. A aventura foi organizada por um amigo nosso aqui em Honolulu. Ele alugou um barco de uma operadora de mergulho e fechou para o nosso grupo de amigos. Desta forma, o preço saiu bem mais em conta. O que no Havaí, onde tudo é caro, faz muita diferença. Éramos, portanto, 12 pessoas cedinho numa manhã lindíssima esperando no píer de Kukui’ula para embarcar nesta aventura.

A peculiar história de Niihau

Ilha de  Niihau - Havaí

Niihau é uma ilha pequena e peculiar próxima (~28km) à costa oeste do Kauai. Peculiar por ser uma ilha particular, onde vive atualmente uma população de apenas 170 pessoas. Estas pessoas talvez sejam a última comunidade a se comunicar apenas havaiano no mundo.

Isto ocorre porque a população de Niihau permaneceu isolada há tempos. A ilha foi comprada do Rei Kamehameha V em 1864 por Elizabeth Sinclair, por $10.000 dólares em ouro. No contrato de compra, uma cláusula estipulava que Elizabeth precisaria manter a cultura e tradições havaianas do lugar. Nesta época, cerca de 350 pessoas moravam em Niihau.

Porém, a manutenção da cultura havaiana foi extrema. Em 1915, um dos netos de Elizabeth chamado Aubrey Robinson fechou a ilha à visitação, inclusive dos parentes. Desde então, a ilha é propriedade da família Robinson.

E por conta do isolamento que a família Robinson estipulou, os habitantes de Niihau têm até os dias atuais pouquíssimo contato com o mundo externo. Hoje, as 170 pessoas que moram lá vivem de subsistência e pesca. Falam havaiano no dia-a-dia. Só têm TV e rádio – não há sinal de internet na ilha. Quando precisam, vão ao Kauai para serviço médico, compras imprescindíveis ou educação superior.

Niihau é um lugar fechado até mesmo aos havaianos. Portanto, uma aura de mistério ronda o lugar. Muitos consideram o último refúgio do Havaí do passado ainda existente, praticamente um museu antropológico a céu aberto.

A vida marinha em Niihau

Snorkel e mergulho em Niihau - Lehua

Por conta deste isolamento e da existência de pesca apenas de subsistência, a vida marinha subaquática é melhor preservada em Niihau. Isto a torna, portanto, mais atraente para quem curte observar o mundo subaquático. Niihau é por muitos considerada a melhor área de snorkel e mergulho de todo o Havaí. Ou seja, imperdível mesmo.

A 1 km da costa de Niihau fica Lehua, um cone vulcânico de 2 km de extensão, em formato de lua crescente. Lehua é um santuário estadual de vida selvagem, onde pássaros e focas fazem sua morada. O terreno vulcânico se estende embaixo d’água, formando cânions, lava tubes e paredões impressionantes, largos e altos. Além de corais excepcionais, com cardumes de peixes e muita vida saudável.

Ilha de Lehua - Havaí
A formação do terreno em Lehua é linda demais.

A quantidade de aves marinhas na ilha é estonteante. São mais de 25.000 casais de pássaros de 11 espécies diferentes, em apenas 2 km de extensão. Muitas aves migratórias passam por Lehua, mas a maioria simplesmente mora ali o ano todo. Inclusive o ameaçado albatroz-de-Laysan (Phoebastria immutabilis). Os ninhos estão em todos os pontos da encosta. Como a vegetação é escassa, a maioria está nas rochas. O guano predomina.


Seguros Promo

A foca-monge havaiana

Foca-monge havaiana em Niihau

Mas a habitante mais famosa de Lehua é a foca-monge havaiana (Neomonachus schauinslandii). Esta espécie é criticamente ameaçada de extinção, com apenas 1100 indivíduos encontrados por todo o Havaí. Diversas delas, entretanto, moram em Lehua e Niihau. Ficam o dia todo entre as rochas e o fundo do mar, descansando ou pescando.

As focas-monges são animais solitários. Portanto, é difícil ver mais de uma ao mesmo tempo. Somente fêmeas com filhote. Mesmo assim, logo após o desmame, se o filhote continua por perto, a fêmea pode canibalizá-lo. Interessantemente, as focas-monge de Lehua são todas machos, enquanto as fêmeas ficam pelas praias do Kauai.

E cada foca tem seu território, já que raramente se aproximam um dos outros. Em um dos mergulhos, a ~15 metros de profundidade vimos uma foca-monge descansando, deitada num rochedo. Estávamos tranquilamente observando o animal de longe quando ele se levantou irritado, latiu (!!) embaixo d’água e nadou igual um torpedo até a superfície, sem parar de latir. De lá de baixo, não entendemos nada. Até que alguém apontou pra outro foca macho que estava nadando exatamente em cima da gente, na superfície. Pois a foca percebeu a presença do outro e foi imediatamente defender seu território. Não se acalmou até que o outro macho nadasse pra longe. Incrível.

Apesar desse comportamento territorialista, em geral as focas-monges são tranquilas. Ficam na delas, deitadas ou nadando. Para evitar acidentes, é fundamental portanto manter uma certa distância delas. Apenas observe, sem tocá-las ou acuá-las.

A operação de snorkel e mergulho em Niihau

O mergulho em Niihau é considerado avançado, ou seja existe certificação avançada. Três operadoras oferecem mergulho em Niihau, saindo do Kauai: a Bubbles Below, a Fathom Five e a Seasport Divers. Nas três, são oferecidos 3 tanques de mergulho para cada um, com opção de nitrox. Ou seja, é um dia “puxado”.

Nós fomos com a Seasport Divers, e a operação de mergulho foi muito desorganizada e cheia de problemas de segurança. Portanto, minha sugestão é: opte pela Bubbles Below ou pela Fathom Dive.

Em geral o barco de mergulho sai ou de Port Allen ou do píer de Kukui’ula, perto de Poipu. A localização exata dependerá da operadora. Os barcos têm infra-estrutura mínima. Aguentam o tranco, mas não espere muito conforto.

Já a operação de snorkel em Niihau pode ser oferecida pelas mesmas operadoras acima, ou ainda pela Holoholo Charters. A Holoholo oferece um tour combo de snorkel na Na Pali Coast e em Niihau que dura 7 horas. Sobre como é o snorkel na Na Pali Coast, contei aqui.

O passeio para Niihau é longo e, dependendo do mar, pode ser bem desconfortável. Portanto, são proibidas grávidas, crianças menores de 6 anos, pessoas com problemas cardiovasculares ou de coluna. As operadoras oferecem café da manhã e almoço (em geral, sanduíche).

Melhor época de mergulho em Niihau

Sexta Sub - snorkel e mergulho em Niihau
Uma Malla em Niihau.

Tanto o snorkel quanto o mergulho em Niihau são ótimos o ano inteiro. Afinal, lá em Niihau, o mar é de um azul lindo profundo, e em geral as duas atividades são factíveis.

Entretanto, a dificuldade é se chegar até lá. Porque o canal de Kaulakahi, que separa o Kauai de Niihau, não é nada amigável à navegação. É esta travessia que determina se o passeio rola ou não. Esta determinação, entretanto, é feita apenas no dia, pelo capitão da embarcação, de acordo com a previsão meteorológica.

Apesar disso, o passeio de snorkel pode ser feito durante o ano todo. Isto ocorre porque o barco da operação de snorkel é um catamaran maior, mais estável, que aguenta melhor o tranco da travessia.

Já o mergulho em Niihau acontece preferencialmente de maio a setembro. Por ser um barco menor, precisa de mar mais calmo para ir até Niihau. Nos meses de verão é quando o canal de Kaulakahi, que separa o Kauai de Niihau, fica mais tranquilo, por isso a restrição temporal.

Ambas as operadoras de mergulho oferecem o mergulho em outras épocas do ano se houver janelas de tempo bom. Minha opinião é: não arrisque.

A travessia do canal

Os 27 km que separam Kauai e Niihau são a parte mais complicada desta operação de snorkel ou mergulho. Isto porque mesmo nos meses mais calmos, de maio a setembro, o canal ainda assim é cruel, bem turbulento. O barco vai balançar, ou na ida ou na volta – ou ainda pior, talvez nas duas direções. A travessia leva entre 2 e 3 horas, dependendo do swell do dia.

Se você costuma enjoar em barco, este não é um passeio para você. Chacoalha demais. (E mesmo se não enjoa, aconselho tomar um remédio contra enjôo antes de embarcar.)

Da primeira vez que fomos, apenas para snorkel, o barco tinha umas 30 pessoas. Destas, ~20 passaram mal na volta. Quando fomos mergulhar mais recentemente, estávamos em 15 pessoas. Destas, apenas 4 passaram mal – embora todas tenham reclamado da travessia e sentido um certo mal-estar.

Portanto, vá preparado.


Marque seus passeios no Kauai pela Hawaii Activities. Pagamento em real.


Em Lehua

Lehua Island - Keyhole
O Keyhole da ilha de Lehua, em frente a Niihau.

Tanto o snorkel quanto o mergulho são feitos em Lehua Island, a 1 km da costa norte de Niihau. Dá pra ver a ilha de Niihau com clareza, principalmente o North Shore. Mas, como é proibido desembarcar em Niihau, este é o máximo que você aproxima de lá.

A maior atração de Lehua, além da vida submarina, é uma reentrância na pedra chamada “Buraco da Fechadura” – ou “Keyhole” em inglês. Esta é uma formação geológica incomum, muito espetacular. O barco pode passar para o outro lado, em dias de mar calmo.

Entre Lehua e Niihau, um canal de corrente forte persiste, o canal de Kumukahi. É na borda do canal de Kumukahi, no lado de Lehua, que os mergulhadores se divertem.

Como é o snorkel em Lehua

Point de snorkel - Lehua
O point de snorkel em Lehua.

Normalmente, o snorkel em Lehua é feito do lado protegido da ilha, voltado para Niihau. Como o passeio de snorkel vem em geral da Na Pali Coast, este é o segundo snorkel do dia, já no início da tarde.

O mar em Niihau e Lehua costuma ser turbulento. O snorkel ocorre no lado protegido, dependendo da direção do swell. Nós fizemos snorkel próximo ao point conhecido como Vertical Awareness, que é na borda de um paredão submerso que desce às profundezas.

O que vimos no snorkel? Você pode ler aqui. 😉

Como é o mergulho em Lehua

Devido à forte corrente predominante entre Lehua e Niihau, o mergulho em geral é drift dive. Ou seja, você vai com a corrente. As profundidades variam de acordo com o point.

No dia em que fomos, a corrente forte vinha do lado nordeste. Portanto, a maior parte dos mergulhos foi na parte voltada para Niihau. São 8 points de mergulho em Niihau/Lehua. Nós fizemos o Niihau Arches, uma mistura do Blue Cave com o Pyramid Point (já que a corrente permitiu) e o Pinnacles.

Em todos eles, a geologia do terreno é imbatível de linda. São vários túneis e paredões que te fazem sentir pequenininha. Há inúmeras reentrâncias na rocha, canais e lava tubes. É simplesmente espetacular.

Sexta Sub - snorkel e mergulho em Niihau e Lehua
Fratura submersa do terreno vulcânico em Lehua.

Os peixes são muitos, a maioria dos que sempre vemos no Havaí estão lá em números abundantes. Fora as focas. As focas-monges são as rainhas do show desta atividade de mergulho, sem dúvida alguma. É inesquecível nadar com uma foca ao seu lado, ainda mais quando sabemos o quão poucas delas sobram. Momento único que fica registrado na memória para sempre.

(Como boa bióloga, entretanto, toda vez que eu via uma foca-monge embaixo d’água, me lembrava da incrível mioglobina modificada que elas possuem. #nerd )

Além disso, as águas de Niihau têm um azul sensacional, com uma visibilidade de mais de 50 metros. É mergulho para você nunca mais esquecer, de tanta coisa maravilhosa junto: paisagem, animais, visibilidade… e a travessia, para dar o ar de aventura em ilha remota mesmo.

A volta de Niihau

Praia em Niihau - Havaí
Este é o máximo que o barco de mergulho se aproxima de Niihau.

De novo, a travessia. Horrorosa, chacoalhada feito um liquidificador. Mas não deixa de ser parte da aventura e da adrenalina da atividade. A dificuldade de acesso que torna o mergulho em Niihau especial.

O barco chega no píer já de tarde. E a cara de todos é a mesma: cansados, mas felizes.

Tudo de bom sempre.

Booking.com


664
×Fechar