15 anos do blog Uma Malla pelo Mundo

por: Lucia Malla Blogversário

Eis que chegou o dia de “debutar”. 15 anos de blog. 15 anos compartilhando viagens, sonhos, aventuras, emoções, verdices e muitas mallices nesta esquina virtual. Há muito a comemorar. Principalmente a resiliência de continuar escrevendo aqui, mesmo com todo o ruído gigantesco que se ouve lá fora. Apesar também das distrações, que são incontáveis.

Um brinde, portanto, à resiliência da debutante!

#SóObservo o movimento…

Retrospectiva?

Antigamente eu fazia uma retrospectiva “engraçadinha” dos posts do ano a cada aniversário do blog. Era o Prêmio Malla Bloggel, que ganhou esse nome por sair na mesma semana do Prêmio Nobel. Foram 10 anos de Malla Bloggel. Nos últimos 4 anos, entretanto, a retrospectiva tomou um ar menos estruturado, mais solto.

A realidade é que estamos aqui, celebrando há 15 anos de blog a alegria de viver e viajar – pela vida real, pela vida virtual e principalmente na maionese. E só de ainda estar surfando nessa onda, já vale a pena comemorar.

15 anos do blog requerem faxina

De outubro/2018 a outubro/2019 fiz várias viagens. Foi, aliás, um dos anos mais intensos na estrada. Foram viagens sonhadas, para qual o planejamento e execução custaram tempo. Com isso, quem sofreu um pouquinho foi o blog. Mas nem tanto, né?

Venho fervorosamente arrumando as entranhas do blog. Com o novo layout e a nova organização, estou então dando uma arejada em conteúdos antigos, tomando decisões executivas sobre alguns posts velhos e incrementando mais aqueles que merecem. Também estou trazendo à luz da vida online posts que estavam nos rascunhos offline, ou que haviam sido publicados apenas no papel – que se dissolveu com os novos tempos do jornalismo. Além disso, finalmente dediquei uma página especial à Sexta Sub, minha seção favorita do blog.

15 anos de blog - Sipadan
Uma Malla emergindo.

Mas, apesar de mais focado em viagens, ainda assim continuo registrando no blog reflexões diversas, que não cabem pelos canais ruidosos e sem sincronia de mídia social. Principalmente relacionadas ao ambiente e à crise climática. E elas vão continuar, porque estas divagações são uma parte fundamental de mim, e me acompanham para todos os cantos onde vou.

Quem tem blog sabe também que o trabalho é infinito; sempre vai aparecer algo a mais para se fazer. E sinceramente, essa é a parte divertida da coisa. Blog é como a vida: quando a gente pensa que está aprumando, que está tudo certinho do jeito que a gente quer, vem uma atualização nova do wordpress pra fazer e… Vamoquevamo refazer e repensar um monte de coisa, que agora é outra etapa.

Esta é a viagem desde sempre. Adorável blog novo.

As viagens de 2018/2019

Neste ano que passou desde o último post de blogversário, foram 23 posts publicados neste blog. Não é muito, principalmente se comparado a alguns anos anteriores, quando bem mais de 200 posts apareciam por aqui. Mas acho que os posts ficaram mais robustos e direcionados àqueles que buscam informações de viagens, principalmente ao Havaí. Em suma, a eficiência aumentou.

15 anos de blog - tubarões nas Bahamas
We’re gonna need a bigger boat. #JawsFeelings

Uma Malla Pelo Havaí

Para ilustrar, eis algumas das muitas viagens pelo Havaí que fiz durante o ano. Fomos ao Kauai para diversão em agosto e em dezembro. Desta viagem, contei como é fazer a trilha de Mahaulepu e como é mergulhar em Niihau. Ainda por cima, finalmente organizei um guia completo de hotéis no Kauai, de acordo com o que você quer aproveitar na ilha. E o guia para visitar o North Shore do Kauai, com as novas regras.

Caiu na rede
Caiu na rede.

Fomos também em fevereiro passar um fim de semana em Molokai, e da viagem saiu o post-guia para visitar Molokai em 3 dias. Fui a Maui em maio e, apesar de ainda ter muita história pra contar e atualizar, fiz o passeio na fazenda de lavandas – e já postei aqui no blog. E daqui da ilha de Oahu, minha casa, contei quais são meus poke shops favoritos, além de revelar um segredinho da ilha que a conecta com a cidade de São Paulo.

Uma Malla pelo Mundo

Já as viagens por outros cantos do mundo, que tomam mais tempo para serem colocadas no papel virtual, também estão aos poucos saindo. De anos anteriores, consegui postar neste 15º ano de blog meu roteiro de cinco dias de sonho pela Namíbia. Também expliquei detalhadamente como organizar uma viagem de mergulho para ver o Sardine Run, na África do Sul.

15 anos de Blog Uma Malla Pleo mundo - Civita di Bagnoregio
Uma Malla (e sua madrinha) em Civita di Bagnoregio.

No início deste ano, fomos à Itália, precisamente a Roma e à Toscana. Desta viagem, postei apenas o guia para dois dias de muita caminhada por Roma. (Mas vem mais por aí.) Em maio, fomos à Malásia e a Brunei. Desta viagem, já publiquei como foi o mergulho no paraíso submerso chamado Sipadan (um sonho antigo), e deixei um guia de viagem para dois dias de visita ao sultanato de Brunei. Em junho fui a trabalho para a Carolina do Norte e Baltimore, onde visitei o Aquário Nacional americano. Um dia conto o que achei… Em julho, fomos para as Bahamas e para Belize, onde realizei o sonho de ver e mergulhar no Great Blue Hole. Aliás, já compartilhei as dicas do que você precisa saber para ter sucesso na sua visita a este patrimônio da humanidade.

E, para finalizar, há dois dias voltei da Indonésia. Fui a trabalho para Bali e aproveitamos e fizemos um liveaboard de mergulho pelo Parque Nacional de Komodo. (Mais histórias de viagem e mergulhos sensacionais em corais maravilhosos a caminho…)

Desconectar para reconectar

Acima de tudo, 2018/2019 tem sido um ano privilegiado para mim, pois me conectei ainda mais ao mundo sub. Mergulhei muito, enfrentei correntes fortes e profundezas escuras, vi imensos cardumes e animais microscópicos raros, chorei e dei risadas embaixo d’água. Profunda conexão com o mundo azul. Foram, afinal, fortes emoções. Com o oceano tão ameaçado, com tantas mazelas assolando nosso dia-a-dia, criar estas pausas da realidade para admirar tamanha maravilha foram essenciais à minha saúde mental.

Uma Malla no cardume.

Além disso, a leveza de ficar off-grid por 4 dias em um barco ou em um local sem internet ou sem celular ainda persiste no sorriso constante em meu rosto e nos suspiros que solto de vez em quando. Desconectar para reconectar. Cada vez mais uma necessidade vital, para aguentar o ritmo tresloucado da rotina.

Foram muitos dias desconectada, felizmente. Relembro em silêncio os momentos marcantes de cada viagem, cada tubarão curioso e coral avistado postados no instagram particular dos meus neurônios. E meu coração se enche de amor e saudade.

Porque eu vivo para momentos de pura emoção azul. E quando eles acontecem aos montes num ano tão tumultuado no contexto mundial, eu deixo que eles tomem conta. Que contrabalanceem e reforcem meu otimismo poliana, impulsionando quem sabe ações para um futuro menos dolorido e mais colorido. Mais leve, enfim.

15 anos de blog - snorkel em Komodo
Uma Malla entre corais.

Os próximos 15 anos do blog

E o que vem pela frente neste blog?

Outras viagens já feitas ainda virarão posts (um dia, no ritmo da maré). Mas o fato é que este recanto continua sendo onde deixo minhas memórias de viagens. Onde tento compartilhar minhas aventuras e reflexões pelo mundo. Onde deixo minhas emoções e preocupações com o mundo atual aflorar.

E enquanto eu estiver viajando e mergulhando, seja de que jeito for, esse recanto nanométrico da internet continuará contando minhas aventuras pelo mundo. Afinal, resiliência é marca registrada.

Uma Malla brindando
Tin-tin!

Um brinde a todos que mergulharam, mergulham e mergulharão comigo nesta jornada azul que rola há 15 anos cheia de aloha! Muito obrigada pela companhia!

E tudo de bom sempre. 🙂

Cada aniversário do Mallablog



133
×Fechar