Dicas culturais de uma Malla por São Paulo

por: Lucia Malla Antigos, Brasil, Cotidiano, Fotografia, Música, São Paulo

Vi, curti e deixo a dica para vocês de 4 eventos em São Paulo a serem conferidos nesse domingo gelado de junho – ou até quando estiverem no ar.

1) Show do Uakti “21”

Lá no auditório do Itaú Cultural, às 19:30h e é de graça – hoje é o último dia, então corra! Ontem nós chegamos faltando 4 minutos pro show começar e conseguimos lugar tranquilamente. O Uakti já era um dos meus ídolos de muito tempo, mas nunca os tinha visto ao vivo. É de arrepiar a sonoridade que eles tiram daqueles instrumentos lindos, feitos com material do dia-a-dia como vidro, pêras de borracha e campainhas. Meu predileto foi o Aqualung, que é baseado na sonoridade de um galão de água se enchendo e foi batizado com esse nome em homenagem a Jacques Cousteau. André gostou do instrumento chamado Trilá, feito com PVC, que tem uma sonoridade techno fantástica (são, como o nome indica, 3 notas “lá” em oitavas diferentes). O trio de instrumentistas do Uakti abusa da criatividade com cada pedaço do palco, e o show foi interativo: eles distribuíram uma partitura em notação criada por eles, ensinaram o público a ler, e todos cantaram/tocaram juntos a música “11”, além de abrirem o show para perguntas do público e contarem a história da lenda do Uakti, que originou o nome do grupo, e a história por trás de cada um dos instrumentos musicais. Sensacional, nota 21 de 10.

2) Exposição do Prêmio de Fotojornalismo World Press Photo 2008:

Está lá no SESC Pompéia até dia 11 de junho, de graça também. Imperdível se você curte fotografia, principalmente fotojornalismo. O prêmio é antigo, e a cada ano se supera. Não espere encontrar fotos apenas “artísticas”, o prêmio é dado pela conjuntura arte + notícia da foto, e é por isso que é interessante: a imagem precisa falar por si, contar uma história inteira. Esse ano, eu destaco as imagens de baleia narwhal do Paul Nicklen, um dos melhores fotógrafos de natureza da atualidade. A foto vencedora geral, de um soldado americano cansado e sem esperança no Afeganistão, é um soco na barriga de tão alto que grita. Imagem completa, com textura linda, merecedíssimo 1º lugar. Outra foto de destaque é a de um “general” da República Democrática do Congo numa “mesa de negociação”. A postura do olhar do general é o que faz a foto ser vencedora. Foi a minha predileta da série mais “noticiosa”.

3) Exposição “Vida louca, vida intensa – uma viagem pela contracultura”:

Também no SESC Pompéia, de graça. Portanto, se você vai ao SESC Pompéia, já mata 2 coelhos numa cajadada só (esse ditado é tão anti-ecológico, não?). Vários ícones hippies das décadas de 60 e 70 presentes, na forma de capas de disco, objetos, cartazes, fotos, músicas… Esse período efervescente no Brasil e no mundo é contemplado de forma divertida e original, com um cenário psicodélico colorido-lisérgico. Minha seção predileta foi das capas de disco – “Freak Out” do Zappa está lá. 😀

4) “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal”:

Amei. Aventura para ser assistida com olhos de criança. Assisti durante a semana num shopping da cidade e o cinema estava vazio, sem maiores problemas com fila e afins. Verdadeira volta à infância goonie, cheia de correria e labirintos de pedra, com um Indy mais maduro e charmoso. Já virou um clássico do cinema-pipoca. Liberte seu espírito infantil e assista sem medo. Recomendadíssimo.

Tudo de fotos & flores & cultura sempre.



151
×Fechar