Resposta do desafio Malla: o litoral carioca continua lindo!

Eis que só a Luluzita acertou o desafio do post anterior. O João até chegou a conjecturar sobre, mas só a Luluzita disse (e com ar indeciso): Arraial do Cabo. A vista do outro lado do morro da foto é essa aí debaixo, uma vista aérea da cidadezinha – que apesar de pequena no nome de “arraial”, tem eletricidade às pampas e fica numa ponta do litoral do estado do Rio.

Litoral Carioca

A seta laranja da foto abaixo indica o local exato de onde tirei a foto do desafio, em cima do morro do Pontal do Atalaia:

Fizemos passeios deliciosos na região, percorremos o litoral do Rio de Arraial a Paraty. A certeza persiste: o Rio de Janeiro (e sua costa!) continuam lindos. As histórias dessa aventura pelas estradas cariocas infelizmente ficarão para breve ou para quando a poeira abaixar. Afinal, fim de ano é complicado mesmo. Tenho andado com pouco tempo para escrever, e confesso que com uma saudade danada das minhas divagações bloguísticas por aqui. Mas me aguardem, que há textos aos montes pedindo para serem escritos e registrados no bat-blog.

Amigos blogueiros ao vivo

… e, como prometido, aqui vão algumas fotos do encontro super-supimpa no Pacaembu do sábado retrasado, em que eu e André encontramos com os amigos conhecidos e queridíssimos Idelber, Ana, Bia, Tuca, André Kenji e Doni. Conheci também a Jussara, o Dra, o Marconi, o Branco Leone, a Cris, o Träsel, a Olivia e o Roger.

As conversas foram longas, agradáveis e as mais diversas possíveis e imagináveis.  Culminaram na sacada genial do Bia, que virou um texto-presente de Natal para mim. (E olha que eu adoro – no sentido do texto do Bia – futebol… Mas confesso ser difícil argumentar com tamanha lucidez e mais complexo ainda conviver com tamanha dicotomia interna. Linda reflexão que ele trouxe à tona.

Aliás, o Bia me deu de presente (de aniversário antecipado?) um exemplar de “Virgínia Berlim”, e prometo para breve uma resenha – apesar de eu não ser muito boa nessas coisas de crítica literária, vou tentar com afinco. E farei com o carinho que os escritos do Bia merecem.

Tudo de amigos sempre.



221
×Fechar