Sexta Sub: entre os golfinhos – de novo

por: Lucia Malla Animais, Antigos, Diabetes, Havaí, Mergulho, Sexta Sub

Ah!… eu tinha esquecido como é bom estar entre os golfinhos! Matei as saudades. 🙂

entre os golfinhos

Sábado passado, voltamos à Kealakekua Bay na Big Island, na esperança de rever os golfinhos. Eles não decepcionaram: cedinho da manhã, apareceram lá nadando, descansando e fazendo das suas brincadeiras. Fiquei horas na água, entre os golfinhos, observando cada movimento à distância. Mais relaxante, impossível.

Tudo de calma sempre. Bom fim de semana, amig@s!

Sobre os golfinhos rotadores

Estes são golfinhos rotadores, da espécie Stenella longirostris. Esta espécie é famosa por suas acrobacias no ar. Muita discussão científica ainda há sobre a razão pela qual eles pulam. As especulações vão desde limpeza da pele até diversão apenas. Mas o fato é que ainda não sabemos ao certo por que os golfinhos rotadores… giram.

Pelo mundo, eles costumam se agregar em baías calmas para descansar. Como passam a noite pescando para se alimentar, é de manhã que dormem. Para dormir, os golfinhos rotadores desligam um lado do cérebro enquanto o outro lado se mantém aceso. O lado aceso permite que eles consigam se movimentar, subir e, portanto, respirar. Afinal, eles são pulmonados, e precisam vir à superfície para respirar.

A foto acima foi tirada na baía de Kealakekua, na Big Island do Havaí. Que é um dos lugares onde eles se agregam para descansar no mundo. Outro lugar famoso é na baía dos Golfinhos, em Fernando de Noronha, no Brasil. A regulamentação em ambos os locais dita que não cheguemos perto intencionalmente destes animais, para não atrapalhar seu sono. Apesar disso, se você estiver na água, é provável que este animal se aprochegue. Afinal, são muito curiosos. Mas o mais indicado é manter uma distância respeitosa.

P.S.

  • Ontem também nasceu o filho de minha prima, para quem escrevi este post enorme em 2005. Dani é diabética tipo 1, sua gravidez foi de alto risco, com algumas internações, descompassos de glicose e muita tensão entre os que a circundam. Mas hoje, tudo se acalmou: ela e o novo menino da família passam bem. Felicidade é tudo que sinto no momento.


226
×Fechar