Show me the money!

por: Lucia Malla Antigos, Ciência, Economia, Educação

Numa conversa sobre divulgação científica esses dias (criticava-se a falta de informações para o público geral do site de um instituto de pesquisa X), um renomado cientista opinou o seguinte: para melhorar a divulgação científica e o conhecimento sobre ciência das pessoas em geral, basta que os pesquisadores sejam extremamente bem pagos. [Viajamos em algo em torno de 250 mil dólares/ano como exemplo de um salário médio satisfatório para a categoria.]

Show me the moneyA carreira se tornaria então atrativa a mais pessoas (money money money). E estas se interessariam em saber mais sobre o tema, puxando toda a educação e o jornalismo científicos consigo. Dinheiro puxa mídia que puxa interesse e conhecimento, basicamente.

Será?

A gente sempre fala em aumentar salários para cientistas para melhorar a ciência em si, o ato de pesquisar e suas ramificações mais próximas (congressos, colaborações, etc.). Minha pergunta interna foi: será que aumentando absurdamente os salários, isso traria melhoras para a divulgação também?

Mais: seria a capenga mídia científica que temos atualmente em última análise uma consequência do desinteresse pela carreira em si, gerado por sua vez pelo fato notório de que se ganha pouco (e se trabalha muito) na ciência? Ou seria uma característica da média das pessoas (média no sentido estatístico do termo) de não se interessar por ciência? A tabela deste post do Rafael pode ser extrapolada para a vida real também?

O que vocês acham?



155
×Fechar