Cruzeiro no Havaí

por: Lucia Malla Big Island, Havaí, Kauai, Maui, Oahu

De vez em quando chega no meu email alguém perguntando sobre um “jeitinho” de conhecer tudo de todas as ilhas do Havaí em poucos dias. Pois eu sempre respondo: não dá. Mas, se você quer realmente ter um gostinho de leve das ilhas, uma das formas mais sucintas é fazendo um cruzeiro no Havaí. E o único cruzeiro que faz este trajeto com frequência é o “Pride of America”, da Norwegian Cruise Line.

Cruzeiro no Havaí - Pride of America - Norwegian Cruise Line
Pride of America no Porto de Honolulu. 

Eu nunca fiz esta viagem, mas todo sábado à tarde ouço o apito do navio deixando o píer, e iniciando seu passeio semanal. Mesmo com as sérias restrições ambientais que tenho com cruzeiros, confesso que às vezes tenho vontade de fazer especificamente este cruzeiro. Só para conferir se é mesmo a correria que me parece ser. Curiosidade kama’aina, talvez Freud explique.

Para quem este cruzeiro no Havaí funciona

Acredito que, para aqueles que querem não têm muito tempo disponível de férias, o cruzeiro da Norwegian Cruise Line pode ser uma opção a se considerar. Porque é um bom aperitivo de Havaí, digamos assim. Em uma semana você percorre as 3 ilhas principais – Maui, Big Island e Kauai – , faz alguns tours em terra (que são vendidos dentro do navio) e ainda vê a Na Pali Coast do mar, o que é para mim a mais linda paisagem havaiana possível.


LUCIAMALLA5

Roteiro do cruzeiro no Havaí

O navio chega no porto de Honolulu no sábado de manhã, desembarca os passageiros da semana que passou, e à tarde os novos passageiros embarcam e a viagem então recomeça. Saindo de Honolulu, o navio vai para Kahului, em Maui, e fica 2 dias ali; depois segue para Hilo, na Big Island, por um dia; circula pelo lado sul da ilha onde há o vulcão ativo Kilauea, chega no porto de Kona, ainda na Big Island, onde fica mais um dia; e depois vai para Nawiliwili, no Kauai, onde fica 2 dias. De lá, volta pra Honolulu. Dá pra fazer mais de um passeio pelo menos em Maui e no Kauai, ou alugar um carro e rodar por conta própria – mas contente-se de que não será possível explorar 100% nenhuma das ilhas nesse calendário apertadíssimo.

Conheço algumas pessoas que fizeram este cruzeiro. Um casal de amigos americanos que moram aqui gostou bastante, pela concisão. A Carla Portilho e o Paulinho, quando em sua viagem VAM (Volta Ao Mundo), também parecem ter gostado. Lembro da Carla comentando que o cruzeiro é bacana, mas que é melhor aproveitado se você fizer a reserva dos passeios o mais rápido possível, antes do navio aportar. E que o navio era mais “antiguinho”. (A Carla ainda não postou no blog dela as opiniões sobre o cruzeiro, mas assim que o fizer, eu deixarei o link aqui pra quem quiser ler uma experiência pessoal sobre a viagem.)



Navio reformado

Enfim, mas o fato é que estes dias foi anunciado que o Pride of America foi recentemente reformado. O navio voltou tinindo depois da recauchutagem, mais moderno e com melhor acomodação pros passageiros, inclusive com uma churrascaria brasileira dentro (!!!!). A rota não mudou, porque afinal, é ela a principal atração da viagem. De acordo com esta reportagem, o cruzeiro realmente serve bem como uma introdução ao Havaí, e parte significante dos passageiros volta depois para conhecer/explorar melhor a ilha de que mais gostaram. Portanto, espera-se que a reforma tenha valido cada centavo dos 30 milhões de dólares que custará à Norwegian.

Para aqueles que insistem pretendem conhecer o Havaí via cruzeiro, #ficadica mallística: esperem até depois de abril/2013, para viajarem num navio novinho em folha.

Tudo de Havaí sempre.

Booking.com



582
×Fechar